in

Globo usa novela para atacar Bolsonaro e se dá mal: ‘Vergonha Nacional’

Foto/Montagem: Globo/Instagram Bolsonaro / Fernando B.

Nesta segunda-feira, 21 de janeiro, a Globo voltou a soltar farpas contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Durante a novela das nove do canal, ‘O Sétimo Guardião’, os personagens travaram um diálogo curioso. Ele faz referência a um vídeo da Ministra da Mulher, Damares Alves. 

Publicidade

No início do mês, pouco após a posse do presidente Bolsonaro, Damares gravou um vídeo em que afirmava que azul é de menino e que rosa era de menina. A Ministra foi bastante atacada por conta do seu comentário, além de ser taxada de preconceituosa. 

Na cena da novela de Aguinaldo Silva, o personagem de Marcelo Serrado, que é assumidamente machista, foi quem expressou a polêmica frase, dando o que falar.

Publicidade

“Ó, eu ouvi o que você disse, hein, minha filha?! Isso aí é coisa de menino. Menina tem que brincar de comidinha. Rosa é de menina, azul é de menino”, avisou ele na novela das nove da Rede Globo de Televisão. 

Publicidade

Nas redes sociais, eleitores de Bolsonaro ficaram irritados com o que houve. No Twitter, por exemplo, a emissora foi acusada de protagonizar uma “vergonha nacional”. “Não é de hoje que esse canal tem feito tudo para tentar derrubar a Globo. Isso é uma verdadeira vergonha nacional”, disse um dos internautas bastante irritado. 

Publicidade

Outros foram favoráveis à cena. “Nicolau, o boçal soltando a anedota da dona ministra… menino veste azul e menina veste rosa… o deboche foi instalado na Rede Globo!”, disse um internauta. “‘Rosa de menina e azul de menino’ Aguinaldo alfinetando a ministra?”, emendou outro no Twitter. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.