in

Bruna Marquezine revela assédio no trabalho; relato cai como bomba

Bruna Marquezine Instagram

Nesta sexta-feira (18) a atriz Bruna Marquezine resolveu trazer à tona trechos de sua entrevista que concedeu para a revista GQ de Portugal.

Publicidade

Revista essa, que a premiou no ano passado com o título de It Girl 2018. Nos trechos divulgados, a famosa fala sobre Neymar, falta de amor próprio, políticas nas redes sociais e o rótulo de ser uma das mulheres mais atraentes.

Além disso, a atriz chocou ao revelar que já sofreu assédio em seu trabalho.

“Quantas coisas eu tinha deixado passar e quanto essas coisas me feriram, sem que eu percebesse. Principalmente neste meio. Num set de gravação, normalmente a maioria dos profissionais são homens, então eu já me senti muitas vezes assediada sem perceber. Houve coisas que já me traumatizaram e hoje eu sei que é assédio”.

Publicidade

Ao falar sobre o fato de ser considerada uma das mulheres mais atraentes do mundo todo, a atriz prefere dispensar o rótulo, pois, acha muito forte, até porque não foi algo que ela escolheu ser. Para ela, é um olhar externo que não tem nada a ver com o seu. Ela também não se sente obrigada a ser algo ela não se esforçou para ser.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Ela não dispensa ser sensual em alguns momentos que considera oportuno, mas não gosta da ideia de sentir que isso está sendo explorado, porque sabe que é mais do que rótulos. Em relação ao seu relacionamento, que teve com o ex Neymar, a global descarta que tenha ganhado seu sucesso somente por estar com ele. Desde os cinco anos atuando, ela se diz consciente do esforço que fez para conquistar o status que tem hoje.

Publicidade

A atriz tem consciência de que a mídia atrapalhou muito sua relação com o jogador. Para ela, um relacionamento tão midiático só atrapalha, mas, jamais deixaria nada passar por cima de sua arte. 

Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.