in

Mesmo reserva, Guerra recusa grande proposta para continuar no Palmeiras

Palmeiras Online

O meio-campista venezuelano Alejandro Guerra foi uma das grandes contratações da ‘Era Crefisa’. Entretanto, foram poucos os momentos em que o meia se destacou e conseguiu cravar uma titularidade na equipe.

Publicidade

Contudo, a torcida palmeirense ainda trata o jogador como uma peça importante no elenco, por ter qualidade o suficiente para quando for requisitado. Sem dúvidas, o Verdão tem um reserva de luxo com Alejandro Guerra.

O fato de que o meia é reserva no Palmeiras faz com que outros clubes sul-americanos despertem interesse no atleta, como foi o caso do clube paraguaio Cerro Porteño, que estava disposto a ter o jogador.

Publicidade

Mesmo com uma boa proposta, o Guerra afirmou que queria continuar no Palmeiras e pediu para não ser negociado. O meia parece, mesmo estando na reserva, querer continuar no Verdão e integrar esse elenco que pode ser muito vitorioso na próxima temporada.

Publicidade

A intenção do Palmeiras é ganhar a Copa Libertadores da América, tanto que Guerra e Borja foram tirados do Atlético Nacional por isso. No ano de 2016, ambos os atletas tinham carregado a equipe para a conquista da Copa Libertadores da América.

Publicidade

No Palmeiras, nem Guerra e nem Borja superaram as expectativas que foram depositadas e por esse motivo que acabaram se tornando jogadores superestimados no elenco.

Atualmente, Guerra é tratado com respeito pela torcida do Verdão, pois já teve grandes atuações e, ultimamente, mesmo que reserva, vem indo bem quando entra e é necessário utilizar de seu talento.

O Palmeiras queria negociar o atleta, porém o desejo do venezuelano é dar a volta por cima e ficar na equipe.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com