in

Saiu hoje? Facilitação na posse de armas está perto de se tornar real

Fonte: cnews

Umas das principais medidas consideradas mais polêmicas e que está sendo defendida pelo presidente do Brasil está perto de se tornar real. Até antes de se eleger como candidato ao carga da presidência, o direitista defendia com força a ideia de “armar o cidadão de bem”.

Publicidade

Fatores que serão alterados depois que houver aprovação do novo decreto ainda não estão completamente claros. Um texto publicado de forma preliminar foi escrito pela equipe do político, tendo sido propagado pelo SBT, impõe algumas mudanças. Entre as principais mudanças, prevê um prazo maior para que seja autorizado o posse, sendo de 10 anos. O certificado estabelece que a renovação aconteça a cada cinco anos. 

As recentes medidas também estão buscando modificar as normas para que o cidadão civil consiga solicitar obter o direito de posse sem maiores burocracias. Atualmente, os pedidos são avaliados pela Polícia Federal, que determina se uma pessoa será capaz ou não de guardar uma arma na residência. 

Publicidade

Com a inovação no texto, pessoas que residem em cidades violentas, onde há mais de dez homicídios por 100.000 habitantes (incluindo todas as capitais), bem como quem for residente em regiões rurais; além de servidores públicos que exercem funções importantes no poder de polícia, os proprietários de estabelecimentos rentáveis também poderão ganhar uma autorização para utilização da posse. 

Publicidade

A idade mínima para conseguir adquirir o produto elencado permanece o mesmo utilizado na norma anterior, que corresponde aos 25 anos, podendo o interessado demonstrar capacidade técnica para conseguir utilizar o armamento. A necessidade de uma avaliação psicológica continuará sendo utilizada. 

Publicidade

O site Exame informou que a previsão fixa que o novo decreto será assinado até sexta-feira. Quem será o maior beneficiado é a empresa de armas brasileira, conhecida como Taurus, tendo as ações da empresa ganhado valorização de em média 93% no mercado brasileiro. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Andressa Cavalcante

Bacharel em direito, também possui formação no curso de Análise e desenvolvimento de sistemas, há 3 anos que trabalha como colunista em sites. Trabalha como Gerente de Mídia Social na página Garota Conservadora assim como em Loucos por Armas ambos do Facebook, no Instagram administra os perfis @versosdadireita e @blogconservadora