Sérgio Moro bate boca com opositores em supermercado, e fica muito irritado; veja o vídeo

PUBLICIDADE

Enquanto fazia algumas compras em um supermercado de Brasília, o ex-juiz federal e ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, foi hostilizado por um casal, que fazia insistidas cobranças diante do caso Queiroz.

PUBLICIDADE

O episódio ganhou grande repercussão no país, diante das supostas irregularidades verificadas nas contas do ex-motorista do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República, Jair Bolsonaro. A partir de agora, o caso também está sob análise de Moro, que ficará incumbido de verificar as movimentações estranhas de contas, através da COAF.

Veja a seguir o vídeo da discussão:

O casal que aparece no vídeo insiste nos questionamentos sobre Queiroz. Perguntam a Moro porque o assunto não virou pauta. Indicaram ainda uma possível seletividade da justiça, ao trazer a questão da corrupção do Partido dos Trabalhadores (PT) para a pauta, enquanto os assuntos que se tratam do Partido Social Liberal (PSL), de Jair Bolsonaro, não se tornam pauta de governo.

O autor do vídeo usa um tom agressivo, questionando se Sérgio Moro não poderia falar sobre o assunto, e perguntando se ele gostaria de censurá-lo pelas falas.

PUBLICIDADE

O ministro, em tom pacífico, – como de costume em seu jeito de se manifestar – deu uma dura no homem que faz os questionamentos, afirmando que ele estaria sendo muito desagradável e mal-educado com aqueles que se encontravam no estabelecimento. “Você está sendo desagradável e mal-educado com todo mundo aqui”, disse o ministro. 

A mulher, cuja voz é captada pela gravação, também pede para Moro ajuda para o estado do Ceará, cobrando ações para o fim da violência na região.