in

Juíza de Abadiânia aceita denuncias contra João de Deus e dá veredito surpreendente

G1

O médium João de Deus agora é oficialmente réu. A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos aceitou as denúncias de abusos contra ele.

Publicidade

O médium foi acusado por várias mulheres, que disseram ter sofrido os abusos na casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, onde o esotérico realizava os atendimentos.

Em nota, que foi enviada à TV Anhaguera, o advogado Alberto Toron, que cuida do caso de João de Deus, alegou não ter tido conhecimento da decisão: “De qualquer modo, é importante esclarecer que se trata de uma decisão provisória, sujeita à confirmação após a apresentação da resposta à acusação. Estamos serenos e confiamos na justiça”.

Publicidade

Toron ainda esclareceu que o médium será citado e, a partir do momento em que foi notificado, começa a valer o prazo de dez dias para que a defesa apresente uma resposta. Neste atual momento, será possível não só rebater as acusações, como também fazer uma listagem das testemunhas. A assessoria de imprensa da juíza disse que ela não irá revelar detalhes do processo, por se tratar de um caso sigiloso.

Publicidade

Nesta quarta-feira (09), João de Deus está prestando esclarecimentos sobre outro caso. O médium responde por porte ilegal de armas. A investigação foi aberta depois que vários revólveres e pistolas foram encontrados na casa dele durante operações de busca e apreensão.

Publicidade

A delegada Karla Fernandes, que está comandando a operação, chegou por volta das 11h20 para ouvir o médium. O interrogatório teve uma duração de mais ou menos duas horas. Esta é a segunda vez que João de Deus é interrogado pela polícia sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.