in

Pastora morre durante culto no acre e choca o mundo gospel

G1/Arquivo da Família

Sabemos que o morrer é um processo natural, e uma das fases da vida que todos passaremos, entretanto, não há quem se acostume com essa verdade. Quando o óbito é inesperado a comoção tende a ser maior e o luto parece mais dolorido.

Publicidade

A morte da pastora Jacira Cabral, de 52 anos de idade, deixou os moradores do Acre,  membros da igreja e todo o mundo gospel em choque. Tudo aconteceu no primeiro domingo do ano, dia 06 de janeiro, quando a pastora ministrava o culto.

Tatyane Cabral, de 18 anos de idade, filha da pastora Jacira, relatou que sua mãe tinha labirintite e era hipertensa, mas nesse dia ela estava bem.

Publicidade

Ela subiu ao altar e começou a falar sobre as expectativas para 2019 quando, de repente, o microfone caiu de suas mãos.

Publicidade

Nesse exato momento, todos que estavam na igreja se apavoraram ao perceber que o corpo da pastora estava estendido sobre o altar da igreja. A pastora chegou a dar entrada do hospital do município, mas faleceu antes mesmo de ser atendida.

Publicidade

Tatyane conta ainda que, antes de morrer, a mãe disse alguma coisa bem baixinho, mas ninguém conseguiu entender o que ela estava dizendo naquele momento. “Estávamos no culto louvando hinos e ela foi falar da bíblia, da palavra de Deus e do ano começando. Ela falou alguma coisa bem baixinho que a gente não conseguiu ouvir e já soltou o microfone e caiu para trás”, relatou Tatyane.

“Estamos todos tristes, minha mãe estava falando de Deus. Agora é guardar as memórias boas, ela era uma pessoa muito abençoada e todos sentimos muito a falta dela”, lamentou emocionada a filha da pastora que faleceu durante o culto do último domingo no Acre.

Publicidade
Publicidade