in

Morre um dos maiores comunicadores do país

Cotrisoja

Na manhã desta terça-feira (08), o Brasil perdeu um dos maiores radialistas do país. Aos 55 anos, Aloísio Ovelha, que estava internado no hospital Meridional em Cariacica, faleceu.

Publicidade

A informação sobre sua morte foi confirmada pela esposa Janine Gomes. O jornal Gazeta Online chegou a conversar com a mulher do radialista, que relatou a causa de sua morte.

Segundo Janine, Aloísio teve uma infecção generalizada e acabou não resistindo. Anita Matos, cunhada do radialista, revelou que ele estava internado desde o último dia 06 de janeiro. “A gente está aguardando a funerária para ver onde será o velório e o enterro. Parece que será em Guarapari, de onde ele é. Ele foi internado no domingo (06). Foi um quadro de infecção, pneumonia”.

Publicidade

Anita observou que o radialista estava acamado, debilitado, pois o quadro de infecção rapidamente se generalizou. Em 2019 Aloísio completaria 30 anos de trabalho dentro da Rede Gazeta. O gerente da rádio onde Ovelha trabalhava, Renan Effgen, contou que o comunicador já havia tido dois AVCS.

Publicidade

O primeiro, ocorreu no dia 11 de junho de 2017, quando sofreu um AVC isquêmico e teve que ser levado para o Hospital Meridional, em Cariacica. O segundo, aconteceu na sequência, quando já estava internado.

Publicidade

Quatro meses depois, Aloísio deixou a UTI, mas ainda não conseguia falar e nem abrir os olhos. Na ocasião, Janine chegou a falar sobre o estado de saúde do marido, alegando que clinicamente ele estava bem, mas que seguia do mesmo jeito. O radialista estava vindo de uma lenta recuperação e acabou não resistindo a infecção. Aloísio deixa a esposa e quatro filhos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.