Carlos Bolsonaro se revolta e relembra passado de youtuber esquerdista: ‘corno’

PUBLICIDADE

O vereador pelo Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, entrou em atrito com o youtuber PC Siqueira. A confusão aconteceu pelo Twitter, neste domingo (6). PC é assumidamente esquerdista e crítico do governo Bolsonaro.

PUBLICIDADE

A confusão começou depois que PC Siqueira postou uma suposta publicação feita por Eduardo Bolsonaro. “Eduardo Bolsocorno”, brinca um dos youtubers pioneiros do Brasil. Na suposta postagem, Eduardo diz que feminismo é doença e cita Patrícia Lélis, uma ex-namorada.

“Eu começo a ‘entender’ a importância da figura masculina da vida de uma mulher quando minha ex-namorada que já se declara feminista, é vista em uma balada LGBT acompanhada de um médico cubano, usando uma roupa vulgar e como se não bastasse, rebolando até o chão. E ainda posta isso na internet, como se fosse uma atitude louvável. Lembrando que antes do feminismo ela andava com roupas discretas, não rebolava até o chão e namorava comigo”, afirma.

“O corno do @pecesiqueira espalhando fakenews dizendo que os outros é que seriam cornos”, disparou Carlos. O youtuber costuma ser alvo de brincadeiras nas redes sociais porque a ex-namorada Karol Queiroz terminou o relacionamento com ele e começou a namorar Esteban Tavares, que era próximo ao casal.

Além disso, PC e Patrícia Lélis conversaram e a jornalista afirmou que ao vlogueiro que as mulheres merecem mais do que um homem idiota, babaca, com mentalidade de uma criança e com um micropenis. Ela fazia referência a Eduardo. Ao chamar PC de corno, Carlos toca em uma ferida na vida do youtuber.

PUBLICIDADE