in

Suzane von Richthofen deixa a prisão pela porta da frente e causa revolta

Reprodução / Secretaria de Segurança Pública

O Brasil é um país violento. Nos últimos anos, a média foi de quase 60 mil mortes por ano. Em meio a tantos crimes, há alguns que chamam mais a atenção do que outros. Sem dúvida, o assassinato dos pais de Suzane von Richthofen está entre os crimes mais conhecidos deste século.

Publicidade

Os dois foram assassinados dentro de casa, na cama onde dormiam. O que já seria trágico ficou ainda mais quando a polícia descobriu que a filha mais velha do casal, Suzane, havia orquestrado tudo, ao lado do namorado e do cunhado.

Suzane foi condenada a 39 anos de prisão, mas deixou a prisão na manhã deste sábado (22) para o indulto de final de ano. A criminosa deixou a P1 feminina de Tremembé por volta das 08h10. Uma mulher a recebeu. Ela rapidamente entrou no carro e deixou o local.

Publicidade

Suzane ficará dez dias em liberdade, para curtir o natal e o ano novo. Ela retornará à Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier no dia 3 de janeiro. A saída temporária é um benefício concedido a alguns presos.

Publicidade

Para ter direito ao benefício, é necessário ter bom comportamento e estar preso em regime semiaberto. Suzane tem direito às saídas desde outubro de 2015, quando deixou o regime fechado e mudou para o semiaberto. O primeiro indulto a que teve direito foi a da páscoa, em 2016.

Publicidade

Desde então, são muitos os comentários contrários à medida nas redes sociais. Muitos internautas argumentam que o natal, por exemplo, é uma festa que remete à família e Suzane deixará a cadeia mesmo tendo matados os próprios pais. Além da páscoa e natal, ela já deixou a cadeia também no dia das mães.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!