in

Pouco utilizado, Guerra encaminha sua ida para rival do Palmeiras

Torcedores

Ao lado do centroavante colombiano Miguel Borja, o meio-campista venezuelano Alejandro Guerra foi uma das maiores contratações do Palmeiras. No ano de 2017, o investimento foi grande nestes dois atletas.

Publicidade

Até o momento, nenhum dos dois renderam o esperado pela diretoria e torcida palmeirense. Somente o Borja que é titular, entretanto vive extensos jejuns de gols e acabou decepcionando os palmeirenses que acreditaram em seu trabalho.

Já Alejandro Guerra chegou a ser importante no esquema tático de Cuca, porém acabou perdendo espaço e hoje é muito pouco utilizado pelo técnico Felipão. Tendo isso em vista, a diretoria palmeirense encaminhou negociações.

Publicidade

Com a rivalidade entre Fluminense e Palmeiras em alta por conta do caso de Gustavo Scarpa, o Palmeiras pode facilitar a ida de Guerra ao rival carioca para esfriar as relações e também isto já estaria previamente acordado para ceder Scarpa.

Publicidade

O meia sempre foi de alto interesse do clube carioca, por conta disso que sua ida deve ser finalmente firmada ao Rio de Janeiro. O que se fala até o momento é sobre um empréstimo do atleta ao clube carioca.

Publicidade

Entretanto, Guerra já tem 33 anos e seria muito mais lucrativo ao Palmeiras vender o atleta do que ter um empréstimo, pois dificilmente o jogador se valorizaria.

O negócio deve ser firmado por conta de outros grandes atletas da posição estarem chegando ao Verdão, além também do retorno de Scarpa ao time do Palmeiras, atleta que também atua na posição. A chegada de Zé Rafael também iria transbordar a posição.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com