in

Polêmica: olheiro do Santos diz que receberia mesada de pai de atleta por contrato

GE

De acordo com uma publicação veiculada pelo jornal Folha de São Paulo nesta quarta-feira (21), um observador teria pedido ao técnico do sub-20 do Santos que assinasse o contrato profissional de um jogador.

Publicidade

Em troca do favor, ele teria uma mesada de R$ 2 mil do pai do atleta. A acusação está sendo baseada em um áudio, que foi enviado por Carlos Antonio de Jesus, conhecido como Carlinhos da Adega, ao então supervisor da categoria sub-20 do Santos, Adriano Piemonte. 

No áudio que foi enviado em junho, o pai do rapaz diz que o Santos não está ajudando em nada, e por causa disso, iria dar a mesada ao técnico. Piemonte confirmou ao jornal a mensagem. 

Publicidade

Piemonte disse: “Ele me mandou o áudio porque eu era supervisor e auxiliar técnico do Aarão (Alves, ex-técnico do sub-20). Ele veio pedir para mim. Falei: “ô Gordinho, se liga!” Chamei assim porque tenho intimidade com ele. Depois ele veio me falar pessoalmente, e perguntei se ele estava louco”. 

Publicidade

Logo depois, Wesley Pinheiro Santos, de 18 anos, assinou um contrato até 2021 com o jogador. Questionado pelo jornal, Carlinhos da Adega negou as acusações. Ele disse que não conhece o pai do rapaz e que não mantém contato com nenhum jogador que seja da base. Tanto Carlos Pinheiro, que é o atual gerente da base do santos, quanto Marcos Maturana, afirmaram que não houve nenhum acerto para acertar o vínculo com o garoto. 

Publicidade

O Santos foi procurado, e em nota disse que o caso segue sendo apurado, e que repudia qualquer tentativa de alguém se aproveitar de um poder que tem para aliciar ou se beneficiar do sonho de jovens.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.