in

De saída da China, Tardelli pode acertar com Palmeiras com salário milionário

Superesportes

O Palmeiras vem analisando alguns nomes no ‘mercado da bola’ para anunciar um acerto para a temporada que vem. Isso tudo porque houve uma frustração nesta temporada, por mais que ainda haja a possibilidade de conquistar o título brasileiro.

Publicidade

É bem possível que Miguel Borja ou Deyverson sejam vendidos nesta janela de transferências, pois a diretoria já anunciou que isso pode acontecer. Diego Tardelli começou a ser especulado na equipe após a proximidade de seu término de contrato com o Shandong Luneng.

Na China, Tardelli foi recentemente punido por passar a mão no rosto e olhar para baixo enquanto era tocado o hino chinês. Por conta disso, a infelicidade do jogador no Shandong Luneng pode ter aumentado e sua vontade de voltar ao Brasil ficado ainda maior.

Publicidade

Fato é que Tardelli quer voltar ao Brasil, mas os rendimentos do atleta são muito altos, girando em torno de R$ 3 milhões ao mês. Esse valor está fora da realidade do Brasil, mesmo para times como Palmeiras, que detêm alto padrão financeiro.

Publicidade

Há uma especulação de que o atleta vá para o Corinthians, por conta de ter revelado ao ex-companheiro de equipe, Jô, sua vontade de jogar no Alvinegro de Itaquera. Entretanto, o Corinthians está afundado em dívidas e dificilmente conseguiria pagar um grande salário.

Publicidade

Tardelli viria para ser titular, já que vive uma grande fase em sua carreira, mesmo sendo um medalhão. Assim, cabe ao Palmeiras avaliar se o atacante vale um investimento milionário, já que tem ‘caixa’ para isso. Também, será necessário que o atleta aceite reduzir seus rendimentos.

O jogador deixou o Brasil logo após a conquista do Galo na Copa do Brasil, em 2014. Desde então, Tardelli acertou com o Shandong Luneng, por 5,5 milhões de euros, algo em torno de R$ 18 milhões nos valores da época.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com