in

Trabalhou em 2016? Você pode ter até R$ 954 a receber e não sabe

UOL

Se você recebeu até dois salários mínimos por mês, em 2016, pode ter um saque para fazer no banco de até R$ 954. Segundo o Ministério do Trabalho, 7,56% das pessoas com o direito ao abono salarial não resgataram o dinheiro do PIS/Pasep.

Publicidade

Embora o prazo tenha terminado em junho deste ano, o período de saque foi reaberto. Pessoas que trabalharam em 2016 e não fizeram o resgate no período inicial, tem até 28 de dezembro para receber o valor.

De acordo com MT, o valor total disponível para saque chega a R$ 1,36 BI. Quem perder essa prorrogação que está no terceiro ano, perde o valor.

Publicidade

Saiba onde consultar e sacar o dinheiro do PIS/Pasep

Existe diversas maneiras para consultar o seu PIS e saber se você tem direito ao dinheiro do abono: no App da Caixa Trabalhador, no site da Caixa, pelo telefone da Caixa: 0800 726 0207, também pelo central de atendimento do Ministério do Trabalho 158, Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais); 0800 729 0001 (demais localidades); 0800 729 0088 (pessoas com deficiências auditivas.

Publicidade

Qual é o valor a ser pago?

A pessoa que trabalhou pelo menos por 30 dias, em 2016, tem um valor a receber que varia de 1/12 do salário mínimo até o total de R$ 954. Ou seja, quem trabalho o mínimo recebe R$ 80 e quem trabalhou por um ano recebe R$ 954.

Publicidade

Onde você saca o dinheiro?

Você pode sacar direto no caixa eletrônico da Caixa e lotéricas com o cartão cidadão. Sem o cartão, o saque é realizado em qualquer agência da Caixa com o documento de identificação. 

Para quem trabalhou em 2017, o abono salarial começou a ser pago em julho para quem trabalha em empresas privadas entre julho e outubro. Os demais deverão aguardar o calendário de pagamento, que vai até dia 28 de junho do próximo ano. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Ariane

Formada em pedagogia em 2011, atuo como redatora desde 2015. Produzo conteúdo sobre o que sou fã. Séries, músicas e tudo que envolve o mundo pop.