in

Goleiro Bruno volta para o regime fechado após ser flagrado fazendo coisas proibidas

Reprodução / TV Alterosa

O goleiro Bruno Fernandes Souza teve o benefício de trabalho externo cancelado nesta sexta-feira (19) e retornou ao regime fechado no presídio de Varginha, cidade localizada no sul de Minas Gerais.

Publicidade

O cancelamento aconteceu no dia seguinte à divulgação de um vídeo em que o goleiro condenado por matar Eliza Samudio aparece fazendo coisas proibidas para quem tinha autorização de realizar trabalhos externos.

No vídeo, Bruno aparece em um bar com duas mulheres e há uma lata de cerveja na mesa. Diante da cena, a 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha determinou o fim do direito de Bruno poder sair do presídio para trabalhar.

Publicidade

O bar onde o goleiro foi visto fica dentro da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac). Era neste local que Bruno prestava serviços. A defesa do jogador alega que ele estava em um momento de descanso e não consumiu bebida alcoólica.

Publicidade

Bruno foi condenado pela morte de Eliza Samudio, com quem teve um filho, desde 2010. Até hoje, o corpo da ex-modelo e ex-atriz de filmes adultos não foi encontrado. A defesa alega até hoje que sem corpo não há crime.

Publicidade

A expectativa era a de que o ex-goleiro do Flamengo pudesse deixar a cadeia nas próximas semanas beneficiado com o regime semiaberto. A punição aplicada ao goleiro, que agora o impede de trabalhar, deixa essa situação um pouco mais complicada e pode interferir na decisão do juiz referente ao pedido de progressão de pena do ex-atleta. O grande desejo de Bruno é retornar ao futebol e seguir com sua carreira como atleta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!