in

Bolsonaro mostra força e empata tecnicamente com Haddad no Nordeste

Reprodução / Site oficial PSL

Nas últimas quatro eleições, o Nordeste sempre foi um grande trunfo para o Partido dos Trabalhadores (PT). A julgar pela pesquisa de intenção de votos divulgada pelo DataPoder360, a história pode mudar na votação do próximo dia 28 de outubro.

Publicidade

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad aparecem tecnicamente empatados. Haddad tem 44% dos votos, contra 41% de Bolsonaro. Como a margem de erro do levantamento é de dois pontos para mais ou para menos, o petista pode estar com 42% a 46%, enquanto o candidato do PSL pode variar de 39% a 43%.

Mesmo que não vença no Nordeste, o fato de Bolsonaro estar próximo de Haddad mostra a força do ex-deputado federal em todo o Brasil. O Nordeste era tido pelo PT como um trunfo para vencer o pleito de 2018.

Publicidade

Em 2014, por exemplo, Dilma Roussef (PT) venceu Aécio Neves (PSDB) com pouco mais de três milhões de votos em todo o Brasil. No Nordeste, a petista recebeu 71% dos votos, enquanto Aécio ficou 29%.

Publicidade

Numericamente, Dilma teve 12,2 milhões de votos a mais que o adversário. Em anos anteriores, com Lula, a vantagem nos nove estados da região foi ainda maior na disputa do pleito presidencial.

Publicidade

Nas outras quatro regiões, Bolsonaro tem grande vantagem. No Sul, por exemplo, o candidato do PSL vence por 72% a 21%. No Sudeste, vence por 58% a 28%. No Norte, Bolsonaro tem 63% dos votos contra 32%. No Centro-Oeste, dá Bolsonaro por 64% a 21%.

O DataPoder360 realizou a pesquisa entre os dias 17 e 18 de outubro. Foram feitas quatro mil entrevistas por telefone fixo e móvel em 413 cidades dos 26 estados mais o Distrito Federal. O registro na Justiça Eleitoral é BR-08852/2018.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!