in

Dérbi na Justiça: Palmeiras vence Corinthians em batalha nos tribunais

Daniel_B_Photos/Pixabay

A rivalidade histórica entre Corinthians e Palmeiras extrapolou a esfera das quatro linhas e chegou até o tribunal da FIFA. O alviverde venceu uma batalha jurídica que durou mais de quatro anos.

Publicidade

A polêmica da vez envolveu a negociação do volante Elias. Em 2014, o Corinthians recontratou o jogador, que teve uma destacada passagem anterior pelo clube, junto ao Sporting Lisboa, desembolsando a quantia de 4 milhões de euros.

O Palmeiras acionou a Justiça alegando que Elias, que hoje atua pelo Atlético/MG, atuou nas categorias de base do alviverde antes de se destacar como uma jovem promessa na Ponte Preta. O Corinthians contratou o volante junto à Macaca em 2008, em sua primeira passagem no Parque São Jorge.

Publicidade

Com base no mecanismo de solidariedade da FIFA, o Palmeiras entende que deveria ter recebido uma cota referente à transação efetuada em 2014, na condição de clube formador. Segundo informações do UOL, a entidade máxima do futebol mundial acatou a alegação palmeirense, condenando o Corinthians a repassar um valor de aproximadamente R$ 300 mil ao rival.

Publicidade

O departamento jurídico do Corinthians não se pronunciou sobre o caso. O alvinegro tem um prazo de dez dias, a partir de 28 de setembro, para recorrer da decisão ou precisará quitar o débito, com a devida correção monetária, em até trinta dias. 

Publicidade

Elias viveu bons momentos pelo Corinthians, conquistando a Série B, o Paulistão e a Copa do Brasil em sua primeira passagem e o Brasileirão de 2015 no seu retorno. Em 2016 o volante voltou à equipe portuguesa. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Firmo Júnior

Redator do i7 Network. Apaixonado pela escrita desde criança, desde 2012 atuando como redator online.