in

Léo Dias fala pela 1ª vez sobre tratamento contra as drogas, revela drama e valor gasto

Reprodução / Instagram Léo Dias

O jornalista Léo Dias, de 43 anos, apresentador do Fofocalizando, do SBT, falou pela primeira vez sobre o seu tratamento contra o vício da cocaína em uma entrevista descontraída e informal com Antonia Fontenelle, do canal Na Lata, no YouTube.

Publicidade

Léo Dias é viciado em cocaína e se internou em uma clínica localizada na cidade de Paulínia, interior de São Paulo, para fazer um tratamento que foge do convencional ao utilizar a droga ibogaína.

Na conversa com Fontenelle, Léo Dias explica que a ibogaína é a droga mais forte do mundo. Essa planta de origem africana era usada pelos ancestrais em rituais. Os efeitos são intensos.

Publicidade

Ela causa uma espécie de reset no corpo, segundo o jornalista, que revelou ter pago cerca de R$ 8,5 mil pelo tratamento que durou uma semana. Léo Dias afirmou ter tido medo de ficar com problemas na cabeça.

Publicidade

“Quando eu me internei, o meu medo era só um: de voltar com a cabeça zoada. Porque eu sei que o meu grande diferencial é o cérebro”, explicou. Léo Dias também revelou os efeitos da ibogaína.

Publicidade

“Eu não conseguia andar, tremia os braços, via raios de luz e dormia quase o tempo todo”, explicou. A próxima etapa do tratamento só será feita caso Léo sinta conta de consumir cocaína novamente.

Léo Dias também revelou que está proibido de consumir alguns alimentos, como chocolate, abacaxi, refrigerante. Na conversa, ele afirmou sem viciado em Coca-Cola zero, mas não pode consumir.

A cocaína entrou na vida de Léo Dias em 2001, quando ele morou na Austrália e teve contato com a droga pela primeira vez.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!