in

Adolescente grávida perde o bebê e fica paralítica por algo que virou febre entre jovens

The Sun

Luísa Fernanda é uma adolescente de 16 anos, que perdeu seu bebê e ficou em uma cadeira de rodas depois de fazer algo que tem virado uma febre entre jovens e adolescentes. Luísa mora na Colômbia e adoeceu depois que uma tatuagem que havia feito em seu seio direito. A intervenção infecionou,e foi tão forte que a jovem sofreu um aborto espontâneo. 

Publicidade

Para piorar a situação, os médicos ainda disseram que ela não iria mais caminhar se a infecção se espelhasse por sua espinha dorsal.

Luísa foi submetida a um procedimento cirúrgico para drenar o líquido causado pela infecção, mas o procedimento não adiantou muito, pois a adolescente teve problemas com seu apêndice.

Publicidade

Por causa da situação difícil que enfrentava, Luísa também teve depressão, agravada pela perda de seu bebê, e teve que fazer tratamento. A jovem agora usa as redes sociais para alertar outras pessoas sobre os perigos das tatuagens. Ela contou a sua experiência e o drama que viveu quando uma simples tatuagem custou a vida de seu filho e a colocou em uma cadeira de rodas. 

Publicidade

A tatuagem infecionou e causou a bactéria que afetou a medula espinhal da adolescente e, por esse motivo, ela nunca mais voltará a andar. A jovem encontra dificuldades para se adaptar a sua nova realidade, ela conta que precisa de ajuda para sair da cadeira de rodas e que sua mãe não é forte o bastante para ajuda-la.

Publicidade

Luísa disse que sentia vergonha de ser vista nas ruas, mas contou que está superando tudo com muita fé em Deus. Contudo, nada poderá tirar a dor de seu coração pela perda de seu bebê, mas, por amor a ele, ela seguirá em frente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Cláudia

Claudinha