in

Mulher jura ter descoberto cura da homossexualidade e revela o tratamento

Reprodução/Rebel Circus

Uma mulher que vive no estado norte-americano de Ohio jura que descobriu uma cura para a homossexualidade. Segundo ela, o tratamento também é eficaz para reverter autismo, síndrome de Down e até mesmo o processo de envelhecimento do ser humano.

Publicidade

Devido à propagação da notícia, a mulher em questão passou a ser investigada pela Procuradoria Geral do Estado de Ohio.

Mulher revela como é feito o tratamento para curar a homossexualidade

Segundo Jilian Epperly, que tem 44 anos, a homossexualidade seria uma mutação do sistema reprodutor e isso poderia ser revertido com um tratamento bastante simples. Ela jura que a cura está num suco fermentado de repolho.

Publicidade

Os ingredientes da receita são somente repolho, sal e água. No entanto, não deve ser feito como um suco normal. Depois de preparado, deve ser colocado em fermentação durante alguns dias. Após a fermentação, ela recomenda que as pessoas tomem um galão por dia.

Publicidade

Mulher é investigada após afirmar ter descoberto a cura da homossexualidade

A divulgação dessa informação gerou revolta, fazendo com que a Procuradoria Geral do Estado de Ohio iniciasse uma investigação, pois o suco receitado por Jilian pode fazer muito mal – caso alguém desejasse experimentar o método. Jilian não é médica e jamais estudou em qualquer curso envolvendo medicina ou biologia.

Publicidade

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a homossexualidade não é uma doença. Isso foi decretado em 17 de maio de 1990. Portanto, se não é uma doença, não há uma cura.

Sobre Jilian, não há novas informações sobre as investigações da Procuradoria Geral do Estado de Ohio. Porém, é sabido que ela pode ser acusada de crime contra a saúde pública.
Tudo que foi dito por Jilian foi publicado pela mesma em suas redes sociais. As informações do caso são do Buzz Feed News. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por Tiago Santos

Estudante de Jornalismo. Especialista em televisão. Atuando como redator há seis anos, com passagem em diversas plataformas. Meu contato é: bringbacknashville@gmail.com