in

Mãe é presa por matar e queimar corpo da filha de nove meses

Divulgação/G1

Uma mulher foi presa pela polícia na tarde de domingo (23), como sendo a principal suspeita de ter assassinado a própria filha, uma garotinha de apenas nove meses de idade. O crime aconteceu na residência da acusada, no bairro Jardim Madre Ângela, em Poá. A suspeita, que não teve o nome revelado, tem 19 anos.

Publicidade

O crime foi descoberto pelo pai da vítima, quando o mesmo tinha chegado em casa. O homem relatou para a polícia que encontrou o corpo da pequena queimado. Acrescentando que a esposa estava alterada e falando que ia cometer suicídio. 

A polícia foi acionada e mulher foi levada para uma unidade médica na cidade de Itaquaquecetuba, onde passou por exames de sanidade mental. Já o esposo também precisou ser levado para outra unidade médica, pois estava passando mal.

Publicidade

Em depoimento para a polícia, o homem informou que a esposa confessou para ele que tinha assassinado a bebê. Segundo ele, a mulher matou a criança afogada, logo em seguida ateou fogo nela.

Publicidade

O pai da vítima ainda acrescentou que, meses antes, a suspeita apresentava sinais de depressão.
A perícia foi acionada e esteve na cena do crime. Após o trabalho dos peritos, o corpo da vítima foi recolhido e levado para o IML da localidade.  

Publicidade

A mulher está internada sob escolta e será levada para a delegacia logo após receber alta hospitalar. As roupas do pai da vítima foram recolhidas e serão periciadas para comprovar se ele estava ou não na residência na hora do crime. O crime está sendo investigado pela polícia da cidade de Poá.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional.