in

‘Rouanet não’ atinge o primeiro lugar de assuntos mais comentados do Twitter

Reprodução / Minc

A Lei de Incentivo à Cultura, conhecida popularmente como Lei Rouanet, está em vigor desde 1991 e nos últimos anos se tornou centro de discussões políticas intermináveis. Nesta segunda-feira (24), a hashtag #RouanetNão se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter.

Publicidade

Toda a confusão no Twitter começou depois que artistas se posicionaram contra o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). O presidenciável já afirmou que em seu provável governo o incentivo seria à artistas sem estrutura e que estão começando a carreira.

Bolsonaro lidera a corrida presidencial. Seus apoiadores acreditam em vitória no primeiro turno. De acordo com os institutos de pesquisa, ele deve ir ao segundo turno, provavelmente, contra o candidato Fernando Haddad (PT).

Publicidade

Os internautas que usaram a hashtag #RouanetNão protestaram contra a lei. “O povo não quer ver o dinheiro dos impostos sendo destinado para artistas milionários”, comentou uma internauta.

Publicidade

“É mole lacrar na internet quando se é beneficiado pelo governo, né? A mamata vai acabar”, comentou mais uma internauta. “Se não nos dá arte de qualidade, então deve acabar”, escreveu outro.

Publicidade

Para fazer uso da Lei Rouanet, o artista deve encaminhar solicitação ao Ministério da Cultura (Minc). Depois de aprovado pela pasta, o titular do projeto pode captar recurso junto à iniciativa privada.

Quem fornece o recurso é chamado de incentivador. O valor investido pode ser, em parte ou total, deduzido do Imposto de Renda. Muitos artistas famosos já fizeram uso da Lei Rouanet.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!