in

Morre dona de pensão onde Adélio Bispo se hospedou antes de atacar Jair Bolsonaro

Reprodução / Facebook Jair Bolsonaro

A dona da pensão onde Adélio Bispo de Oliveira estava hospedado em Juiz de Fora, Minas Gerais, antes de esfaquear o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), morreu no início dessa semana, de acordo com O Antagonista.

Publicidade

Aparecia Maria da Costa tinha câncer terminal e chegou a ser ouvida pela Polícia Federal na semana passada. A PF ouviu diversas testemunhas no processo de investigação do crime.

Adélio Bispo atacou Bolsonaro no dia 6 de setembro, quando o presidenciável fazia campanha pelas ruas da cidade mineira. O candidato levou uma facada na altura do abdômen e teve que passar por cirurgia de emergência.

Publicidade

Ele foi atendido primeiro na Santa Casa de Juiz de Fora. A ação dos profissionais do local evitou a morte de Bolsonaro. No dia seguinte, foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Bolsonaro espera receber alta ainda este mês. As eleições estão marcadas para o dia 7 de setembro.

Publicidade

Adélio Bispo foi preso no momento da tentativa de assassinar o presidenciável que lidera as pesquisas de intenção de votos. Em depoimento à polícia, o agressor disse que o atentado contra o político foi um incidente.

Publicidade

“O incidente, o imprevisto que terminou, digamos assim, de forma problemática. Discordâncias em certos pontos, em diferentes pontos. Seguimos assim. Não saberia nem expressar, mas o fato ocorreu, entendeu? Houve um ferimento, correto? Embora pretendíamos pelo menos dar uma resposta, um susto, alguma coisa dessa natureza, entendeu? E houve, aconteceu”, afirmou o agressor, que segue preso e pode ser condenado a até 20 anos de prisão.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!