in

Papa Francisco expulsa reverendo acusado de abuso contra menores

No último sábado (15), o Papa Francisco tomou uma atitude inédita em relação aos casos de abusos e pedofilia na qual vem sendo envolvida a igreja católica.

Publicidade

Segundo uma reportagem de mídia local notificou que o Papa Francisco decidiu expulsar no último sábado um padre chileno, que está sendo investigado por suposto abuso contra crianças. A ação inédita, vem no momento em que vários escândalos estão sendo revelados com o nome da igreja envolvida no meio.

A informação foi dada pelo jornal El Mercúrio. Precht foi chefe do grupo de direitos humanos do Vicariato de Solidariedade da Igreja, e na década de 80 fez história, ao desafiar o ex-ditador Augusto Pinochet a parar com a prática de tortura no Chile.

Publicidade

Foi desde então, que o líder religioso chileno passou a ser acusado de abuso contra menores, como parte das investigações de denúncias contra membros da comunidade religiosa formada pelos Irmãos Maristas.

Publicidade

Precht prestou esclarecimentos, e negou veemente todas as acusações que vem pesando contra ele, inclusive as de que teria cometido qualquer tipo de abuso. O anúncio feito pelo Papa veio justamente no momento em que a polícia chilena está vasculhando os escritórios das igrejas.

Publicidade

O intuito das buscas é flagrar novos casos de abuso que venham a acontecer ou que já tenham acontecido. A polícia acredita que muitos funcionários estão sendo omissos aos casos que já aconteceram ou que estão acontecendo, e estão dispostos a descobrir qualquer coisa através de provas que possam ser encontradas nos escritórios.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.