in

Saiba o que acontece quando você segura o ‘pum’ e o que ele pode dizer sobre a sua saúde

Quem nunca passou por uma situação constrangedora tentando segurar um ‘pum’? O organismo produz gases, devido a ingestão e a digestão dos alimentos. Os gases precisam ser eliminados, mas quando você se encontra em um local com mais pessoas fica realmente complicado.

Publicidade

Especialistas explicam que os gases, como arroto e pum, são liberados de forma involuntária pelo organismo e, na maioria das vezes, é possível segurá-los. Mas nem sempre dá para escolher quando ou não se pode eliminá-los.

A liberação dos gases pode promover mal cheiro, barulho e causar bastante constrangimento, por isso o ideal é procurar por um banheiro ou mesmo um lugar onde não há ninguém por perto e soltar o ‘pum’.

Publicidade

Segurar os gases faz mal a saúde?

Motivo de piada e de bastante polêmica, a flatulência se tornou um tabu e não é para menos, ele pode produzir um mal cheiro insuportável. Contudo, vale ressaltar que segurar os gases pode fazer mal a sua saúde e por isso o melhor é soltar o ‘pum amigo’. Os gases presos no intestino podem causar dores, cólicas intestinais, pontadas, elevar a pressão abdominal, inchaço no estômago e desconforto.

Publicidade

Como os gases são produzidos?

Conforme os alimentos são digeridos, eles passam pelo intestino delgado e chegam até o cólon do intestino, onde as bactérias existentes na flora intestinal, fermentam o que sobrou da digestão, formando os gases, que podem ser eliminados em forma de ‘pum’, ou absorvido pela parede do intestino para a circulação e posteriormente exalado pelos pulmões.

Publicidade

Indicador de saúde

Embora o assunto seja considerado nojento pela a maioria das pessoas, o ‘pum’, também pode ser um indicador sobre como anda a sua saúde. Em geral, o excesso de gases intestinais costuma estar relacionado à dieta, contudo pode ser o indício de  alguma doença do trato gastrointestinal.

O excesso de gases, por exemplo, pode estar relacionado à Síndrome Do Intestino Irritável e Diverticulite. Preste atenção ao gás que você solta durante o dia. É frequente? Tem um cheiro muito forte? Há alguma dor?

Se você tem qualquer dor ou mudanças bruscas, procure o seu médico.

Publicidade
Publicidade