in

Empresário gay declara voto em Bolsonaro, é boicotado por Pabllo Vittar e marca cresce

Victor Vicenzza é gay, empresário e causou grande polêmica nas redes sociais quando anunciou que apoiaria o candidato Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela Presidência da República.

Publicidade

A marca de calçados que leva o nome do empresário foi boicotada por Pabllo Vittar e Gloria Goover depois da manifestação política de apoio ao candidato conservador, mas o efeito foi positivo.

Luto contra todo tipo de preconceito desde a criação desta empresa. Isso não mudou e não mudará. Acredito que Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação. Dessa forma, decidi apoiar publicamente a candidatura de Jair Messias Bolsonaro”, afirmou a nota divulgada pela marca em seu Instagram oficial.

Publicidade

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

⚠️ COMUNICADO OFICIAL ⚠️

Uma publicação compartilhada por Victor Vicenzza (@victorvicenzza) em

Na quarta-feira (5), a marca comemorou ter chegado a 85 mil seguidores. Nesta terça-feira (11), o número é ainda maior: 100 mil. Apesar do boicote de Pabllo e Gloria, a marca de calçados cresceu. O próprio Jair Bolsonaro passou a seguir o perfil da empresa no Instagram.

Publicidade

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Bolsoboot Over Dezessete

Uma publicação compartilhada por Victor Vicenzza (@victorvicenzza) em

Para comemorar o crescimento nas redes, Victor Vicenzza lançou botas estilizadas para mulheres que vão votar em Bolsonaro, as chamadas Bolsoboots, e no site da empresa anuncia desconto de 17% (número de Bolsonaro nas urnas) para compras via depósito ou boleto bancário à vista.

Publicidade

Não conhecia a Marca. Agora serie consumidora! Parabéns pelo posicionamento! Obrigado por lutar por um Brasil melhor”, comentou uma internauta. “Parabéns por não se corromper e seguir os modinhas! Quem dera se todas as empresas seguissem a mesma linha de raciocínio”, afirmou outra.

Publicidade
Publicidade
Publicidade