in

Candidatos reagem ao ataque a Bolsonaro nas redes sociais

O ataque sofrido ao candidato Jair Bolsonaro do PSL, a presidência da república já se manifestou em suas redes sociais sobre o atentado sofrido. 

Publicidade

Durante uma passeata para fazer campanha à presidência da república na qual concorre, o candidato do PSL foi esfaqueado. Logo depois foi levado às pressas para o hospital onde segue sendo operado. Nas redes sociais, diversas manifestações estão sendo feitas em torno do corrido. 

Além de internautas, candidatos opositores concorrente a presidência da república ao lado de Jair Bolsonaro, também se manifestaram em suas redes sociais. Ciro Gomes afirmou que repudia qualquer tipo de violência. “Repudio a violência como linguagem política, solidarizo-me com meu opositor e exijo que as autoridades identifiquem e punam os responsáveis por esta barbárie". 

Publicidade

Marina Silva alegou que considera inadmissível qualquer tipo de atentado de violência. “Neste momento difícil que atravessa o nosso país, é preciso zelar com rigor pela defesa da vida humana e pela defesa da vida democrática e institucional do nosso país. Este atentado deve ser investigado e punido com todo rigor”.  Geraldo Alckmin do PSDB, se manifestou dando suas condolências ao rival de campanha.  

Publicidade

“Política se faz com diálogo e convencimento, jamais com ódio. Qualquer ato de violência é deplorável. Esperamos que a investigação sobre o ataque ao deputado Jair Bolsonaro seja rápida, e a punição, exemplar”. 

Publicidade

Outros candidatos, como João Amoedo do Novo, Fernando Hadadd do PT, Guilherme Boulos do PSol e Álvaro Dias do Podemos, foram alguns que se manifestaram sobre os ataques. 

Publicidade