in

Poderia ter ficado! Revelação surpreendente sobre saída de Jô

O centroavante Jô é um grande ídolo do Corinthians e também foi revelado pela equipe, tendo a primeira passagem em 2005, quando foi negociado ao CSKA quando ainda tinha 18 anos.

Publicidade

Após ter ido à Europa, rodado pelo Brasil, o centroavante voltou ao Corinthians em 2017 muito contestado, sendo reserva para o Kazim no começo da temporada, logo após fazer um gol no maior rival, o Palmeiras, se firmou como titular e a temporada é história para contar.

Jô foi artilheiro e melhor jogador do Campeonato Brasileiro, competição em que o Timão se sagrou campeão na temporada passada, por este motivo que acabou surgindo o interesse de muitos times do exterior em cima do jogador.

Publicidade

O que acontece é que o portal '90min.com' fez uma reportagem em que revelou que o centroavante Jô poderia ter ficado mais tempo no Alvinegro de Itaquera e ser a referência do ataque corintiano na Copa Libertadores da América nesta temporada de 2018, porém a diretoria preferiu negociá-lo com o Nagoya Grampus, do Japão.

Publicidade

Atualmente o Corinthians sofre em busca de um centroavante para assumir a posição, já tendo contratado dois jogadores que não renderam o esperado pelos seus investimentos.

Publicidade

Os dois jogadores contratados para a posição pela diretoria corintiana nesta temporada foram o Jonathas e também o Roger, ambos que acabaram não fazendo muitos gols e não se firmando no ataque corintiano.

Roger usa a camisa nove e Jonathas a sete, inclusive esta que foi herdada pelo centroavante Jô, pois o atacante e ídolo corintiano sempre utilizou a camisa por todos os clubes em que passou, inclusive agora no Campeonato Japonês.

A diretoria do Corinthians não cogita um retorno do atleta para a temporada de 2019, até porque o atleta deve continuar no Japão, porém nunca se sabe se haverá uma negociação durante a abertura da janela de transferências.

Publicidade
Publicidade
Publicidade