in

Alckmin é questionado por Bonner no JN e dispara: ‘Você é mais poderoso do que eu’

Geraldo Alckmin foi o terceiro candidato à presidência da república entrevistado pelo Jornal Nacional nesta quarta-feira (29). Na ocasião, o mesmo teve que responder várias perguntas que o deixaram em uma situação espinhosa. 

Publicidade

As perguntas feitas pelo apresentador Willian Bonner e Renata Vasconcellos estavam, em sua maioria, relacionadas com o seu mandato enquanto governador do estado de São Paulo. Temas como, saúde, educação e segurança pública foram retratados. Uma das perguntas feitas ao candidato estava relacionada a Laurence Casa Grande Lourenço, preso desde junho sob a suspeita de ter favorecido algumas empreiteiras no trecho do Rodoanel norte.  

Laurence foi mencionado por ter sido o secretário de transporte e logística na gestão de Alckmin no estado, além de presidente da Dersa (Estatal Paulista de Transportes). O tucano saiu em defesa do acusado, classificando as informações dadas por Bonner como injustas. Diante das insistências do âncora do Jornal Nacional em falar sobre o assunto, o político tentou se esquivar com uma resposta que causa curiosidade. 

Publicidade

Ao ser rebatido sobre as informações de testemunhas que afirmavam a participação de Laurence no esquema das empreiteiras, o ex-governador de São Paulo disparou: "Eu não tenho essas informações que você tem, até porque estão em segredo de Justiça. Você é mais poderoso do que eu. Consegue"

Publicidade

Bonner e Renata cometeram um pequeno erro ao afirmar que o PSDB está coligado ao PTC de Fernando Collor, que apoia a candidatura de Alckmin a presidência. Na verdade, o PSDB de Alagoas está apoiando o ex-presidente ao governo do estado, mas sem que o seu partido esteja relacionado com a candidatura do ex-governador de São Paulo. 

Publicidade

Os apresentadores do Jornal Nacional mantiveram o mesmo esquema adotado nas duas primeiras entrevistas, com 27 minutos para cada candidato e 1 minuto para que eles pudessem dizer aos eleitores que Brasil eles querem para o futuro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade