in

‘Pau Duro’ atinge policial e é morto a tiros

A violência é crescente em todo o Brasil. Diariamente dezenas de pessoas se tornam vítimas de criminosos, nos mais diversos crimes como roubo, assalto, latrocínio, homicídio, feminicídio, estupro, agressões físicas, abuso, corrupção, entre outros. 

Publicidade

Segundo o G1, em 2017, aproximadamente 60 mil pessoas foram assassinadas no Brasil. Este número equivale a uma morte violenta a cada 9 minutos. O descaso dos governantes em relação à segurança pública e ao preparo adequado dos agentes de segurança, fomentam a violência e neste cenário a população se torna refém do medo.

Uma ação da polícia terminou com uma pessoa ferida e um morto, na cidade de Montes Claros, localizada na Região Norte, a aproximadamente 425 km de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. De acordo com o portal de notícias online do jornal O Tempo, um criminoso foragido da polícia, cuja a alcunha era 'Pau Duro', acabou morto em uma troca de tiros; saiba mais.

Publicidade

'Pau Duro' atinge policial e é abatido a tiros

O condenado e foragido da polícia Ednardo Lopes Ferreira, conhecido como 'Pau Duro', acabou morto ao enfrentar os policiais militares de Montes Claros. Durante a fuga o homem se escondeu em uma casa na rua G, no bairro Jardim Brasil, onde ficou dentro de um guarda roupa em um dos quartos.

Publicidade

Os policiais chegaram até ele depois de uma denúncia anônima e montaram um aparato para a captura do bandido. Quando os agentes chegaram na residência, foram atendidos por um mulher que carregava um bebê no colo, ela autorizou a entrada dos policiais na casa e um dos agentes de segurança foi até o quarto onde foi recebido a tiros. 

Publicidade

Com o colega de farda ferido, os demais policiais iniciaram uma troca de tiros com o suspeito. No boletim de ocorrência foi informado que 53 tiros foram disparados contra 'Pau Duro'. Ferido, ele foi socorrido e levado para o Hospital Aroldo Tourinho, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Com ele foi encontrado um revólver calibre 38 com 6 capsulas deflagradas. 

O agente de segurança ferido foi levado para a Santa Casa daquela cidade, a bala transfixou seu braço, perfurou o pulmão e ficou alojada em uma das vertebras. Ele precisou passar por uma cirurgia, mas o hospital não informou o estado de saúde do mesmo.

Publicidade
Publicidade