in

Santos 0x0 Independiente: torcida destrói Pacaembu e tragédia quase acontece

O Santos recebeu um duro golpe na tarde desta terça-feira (28), quando a Conmebol confirmou que Sánchez foi escalado irregularmente no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, contra o Independiente, da Argentina.

Publicidade

Com a condenação alvinegra, o empate de 0 a 0 da primeira partida foi substituído por um 3 a 0 para os argentinos. No Pacaembu, nesta noite de terça, o Santos, que precisava de uma vitória simples para avançar, passou a necessitar de uma goleada para avançar às quartas de final.

O resultado não veio. O Peixe tentou durante o primeiro tempo, teve uma grande chance com Gabriel Barbosa, mas não conseguiu marcar. Meza, do Independiente, cobrou pênalti no final do primeiro e Vanderlei defendeu.

Publicidade

No intervalo, o Santos repetiu o jogo contra o Fluminense, nas semifinais do Brasileirão de 1995, e não desceu para os vestiários. No banco de reservas, os jogadores ouviam as orientações de Cuca e da comissão técnica enquanto a torcida se agitava na arquibancada.

Publicidade

No segundo tempo, o gol não saiu. Aos 36 minutos, o jogo foi paralisado depois de santistas jogarem bombas em direção ao banco de reservas do Independiente. Nervosos, torcedores tentaram invadir o campo.

Publicidade

A polícia agiu e evitou que os revoltosos derrubassem as grades que separam a arquibancada do campo no Pacaembu. O clima ficou ainda mais tenso quando alguns torcedores, em pontos isolados, começaram a entrar em campo. Todos foram contidos e retirados do gramado.

Sem clima para a partida continuar, o jogo foi encerrado pelo árbitro. Antes de descer para os vestiários, os jogadores do Santos agradeceram o apoio da torcida, que deixou o estádio sendo acompanhada de perto pela polícia.

Em alguns pontos do estádio, o rastro de destruição era visível. Torcedores quebraram as cadeiras laranjas e jogaram em direção ao gramado. O Santos está eliminado da Copa Libertadores da América, mas deve recorrer.

Sem o tapetão, o placar desse segundo jogo levaria a decisão da vaga na próxima fase para os pênaltis.

Publicidade