in

Com 30 anos de carreira, Adriana Esteves revela assédio nos bastidores: ‘te seguram e tocam onde não devem’

No ar em 'Segundo Sol', Adriana esteves tem feito o maior sucesso como a vilã Laureta e arrancado os mais diversos elogios do público. Com quase 30 anos de carreira, a atriz abriu o coração em uma entrevista reveladora à Marie Claire e falou de abusos sexuais sofrido no ambiente de trabalho e do constrangimento que passou devido a tal situação.

Publicidade

Questionada sobre assédio, Adriana Esteves relembrou momentos da infância em que esteve nessa desconfortável situação. A atriz contou que quando criança e morando no subúrbio do Rio de Janeiro, homens paravam o carro e ficavam chamando as meninas, porém Esteves revelou que saía correndo para fugir dos assédios. A artista confessou que nunca teve coragem de contar em casa sobre a stituação que ocorria com frequência em sua rua.

Quando andava de ônibus, a global revelou que vestia camisas largas e chegava a amarrar um casaco na cintura para esconder sua feminilidade com medo de ser assediada por homens dentro do coletivo. Adriana confidencializou à revista que era cansativo andar se policiando para não ser abusada e que se fosse hoje em dia gritaria, contaria para todos e denunciaria os abusos.

Publicidade

Nos bastidores do trabalho, Adriana Esteves revelou ter sofrido abusos na época em que trabalhava como modelo. Segundo ela, era uma fase em quem não conseguia distinguir se era uma menina ou uma mulher, onde não tinha o preparo psicologico para lidar com tais situações.

Publicidade

Adriana Esteves relembrou todo constrangimento que já viveu no ambiente prossional, quando alguns fotógrafos se aproveitavam das luzes, dos flashes e de estar usando apenas biquíni para tocar em seu corpo de maneira desrespeitosa: 'Seguravam e tocavam em lugares do seu corpo que não eram para ser tocados.Um constrangimento horrível. E faziam isso de forma recorrente', confessou.

Publicidade

Sem saber como reagir aos abusos, Adriana contou que dizia estar se sentindo mal para cancelar o trabalho e ir embora para casa. Indignada com a situação que acontece até hoje nos bastidores profissionais, a atriz encerrou o assunto com um alerta: 'Isso tem que acabar'.

Publicidade
Publicidade
Publicidade