in

Saiba mais sobre câncer de bexiga e de próstata, como o de Beto Barbosa

Nesta semana os fãs do cantor Beto Barbosa foram pegos de surpresa com a notícia de que o artista foi diagnosticado com câncer de bexiga e próstata. Rei da lambada e dono do hit 'Adocica', Beto Barbosa, de 63 anos, foi um dos artistas mais badalados no final dos anos 1980 e início dos anos de 1990. Com uma agenda de shows lotada, o cantor era figurinha fácil nos programas de TV e arrastava multidões para as suas apresentações.

Publicidade

Na última sexta-feira (24), o cantor veio a público através de seu perfil em uma rede social contar para seus fãs e seguidores que está enfrentando a maior batalha de sua vida, ele foi diagnosticado com câncer de bexiga e próstata. Ele revelou também que havia passado por sua primeira sessão de quimioterapia, que está bastante confiante na equipe do Dr. Fernando Maluf e em Deus para conseguir a cura. Beto revelou que pretende manter suas agendas de shows, sua publicação recebeu milhares de curtidas e centenas de mensagens de apoio.

Saiba mais sobre câncer de bexiga e de próstata, como o de Beto Barbosa

Vale ressaltar que o diagnóstico precoce do câncer aumenta exponencialmente as chances de cura.

Publicidade

Câncer de bexiga

De acordo com o portal de notícias online, R7, o câncer de bexiga é mais comum entre os homens. Segundo um levantamento feito pelo INCA (Instituto Nacional do Câncer), apenas em 2018 devem ser diagnosticados cerca de 9.480 casos, sendo que destes 6.690 em homens e 2.790 em mulheres.

Publicidade

Existem 3 tipos de câncer de bexiga, são eles:

  • Carcinoma de células de transição – este é o tipo mais comum de câncer de bexiga, geralmente ele tem origem nas células internas da bexiga.
  • Carcinoma de células escamosas – neste caso a doença surge nas células delgadas e planas. Este tipo de câncer pode surgir depois de longos períodos de infecção e irritação.
  • Denocarcinoma – o câncer tem origem nas células glandulares (secreção) que podem afetar a bexiga depois de um longo tempo de infecção e irritação.

Câncer de próstata

Segundo o oncologista do André Fay, chefe do Serviço de Oncologia do Hospital São Lucas da PUC-RS, o principal fator de risco para o surgimento do câncer de bexiga é o tabagismo. Os principais sintomas são: dor para urinar, sangue e espuma na urina, e infecção de urina com bastante frequência. Como tais sintomas são facilmente confundidos com outras enfermidades, o diagnóstico do câncer pode ser tardio, o que dificulta êxito no tratamento.

Publicidade

No caso do câncer de próstata ele atinge somente os homens já que esta glândula faz parte do sistema reprodutor masculino. De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), somente em 2018 mais de 68 mil novos casos devem ser diagnosticados. 

De acordo com o oncologista Andrey Soares, do Centro Paulista de Oncologia (CPO), casos de câncer de próstata antes dos 60 anos em membros da família, aumenta o risco de desenvolver a doença em até 10 vezes em parentes consanguíneos. Alguns especialistas acreditam que a má alimentação também pode causar câncer de próstata.

Os principais sintomas são: dificuldade para urinar, dor e ardência depois de urinar, gotejamento prolongado no final, aumento da frequência urinaria tanto durante o dia ou a noite. Nos casos em que a doença está mais avançada pode surgir a impotência sexual e presença de sangue no esperma.

A prevenção ainda é a melhor forma para diagnosticar este tipo de câncer em estágio inicial. Existe exame de rastreio para o câncer de próstata. Homens a partir de 50 anos e dos 45 anos para quem tem histórico familiar da doença, precisam realizar o exame clínico (toque retal) e o PSA anualmente, para rastrear o aparecimento da doença.

Publicidade
Publicidade
Publicidade