in

Líder do Estado Islâmico no Afeganistão é morto em bombardeio

O Diretório Nacional de Segurança (NDS) emitiu um comunicado informando sobre a morte do Líder do Estado Islâmico no Afeganistão. Saad Arhabi foi morto em um ataque aéreo realizado com parceria entre os militares afegãos e tropas americanas.

Publicidade

“Com base em informação do NDS, ontem à noite por volta das 22h05 (14h35 em Brasília) aconteceu um bombardeio na aldeia de Jangal Keli, (na província de) Nangarhar, e, como resultado, morreu o líder do EI no Afeganistão, Saad Arhabi, junto com outros dez insurgentes”, afirma.

Saad e seus insurgentes foram mortos na cidade de Jangal Kaley, no distrito de Khogyani, província de Nangarhar. As autoridades não detalharam como foi a operação e também mantiveram a identidade de Saad e os demais mortos em sigilo.

Publicidade

Depósitos em que eram armazenados armas e explosivos também foram destruídos. O porta-voz do Palácio Presidencial assinalou uma mensagem no Twitter firmando que o governo tem capacidade de enfrentar o terrorismo.

Publicidade

Por conta da morte de seu antecessor, Abdul Hassib Logari, em um ataque aéreo realizado pelos Estados Unidos no ano passado, Saad Arhabi se tornou o líder do Estado Islâmico na região. Ao todo, este é o terceiro maioral a ser abatido por miliates afegãos e americanos em três anos seguidos. Em 2016, Hafiz Sayed Khan também foi morto pelas autoridades.

Publicidade

O Afeganistão afirma que desde 2015 a presença do grupo terrorista vem se diminuindo nas localidades remotas, porém, neste período, ataques foram reivindicados pelos extremistas na região.

Publicidade
Publicidade
Publicidade