in

Conheça a doença que atingiu o cantor Beto Barbosa

Nesta sexta-feira (24), o cantor Beto Barbosa que ficou conhecido pelo ritmo contagiante da lambada veio a público revelar que estava com câncer de próstata e bexiga. A notícia pegou a todos que leu a postagem do cantor de surpresa. 

Publicidade

"Meu primeiro dia de quimioterapia. Super confiante na equipe do Dr. Fernando Maluf e o nosso poderoso Deus. […] Os shows irão continuar". O câncer que atingiu o cantor é mais comum do que se pensa. Segundo estimativa levantada pelo Inca (Instituto Nacional do Câncer), é que somente neste ano sejam feitos novos diagnósticos de 9,480 casos somente este ano em todo o Brasil. 

Este número não se refere somente aos homens, ele também engloba as mulheres. Existem três tipos de câncer que podem começar nas células e revestir a bexiga. O primeiro deles é o carcinoma de células de transição, que representa a maior parte dos casos que são detectados e começa nas células da bexiga.

Publicidade

O segundo é o carcinoma de células escamosas, que afeta as células delgadas e planas que podem aparecer na bexiga depois de alguma infecção ou irritação prolongada. Por último, o denocarcinoma, que surge nas células glandulares de secreção, que podem se formar na bexiga depois de um longo período irritado ou inflamado. 

Publicidade

De acordo com o oncologista André Fay, chefe do Serviço de Oncologia do Hospital São Lucas da PUC-RS, um dos principais fatores é o uso do tabagismo. O médico ainda relata que os sintomas de alerta são sangue e espuma na urina. Porém, é importante ficar atento por que os sintomas podem ser muito parecidos com casos menos graves, o que pode acabar dificultando o diagnóstico. 

Publicidade

Em tumores de bexiga, a idade média para se contrair a doença é aos 70 anos, mas nesse caso o tratamento de quimioterapia não é o mais indicado. O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens no país, ficando atrás somente do câncer de pele. 

Por fim, o oncologista Andrey Soares explicou como identificar os principais sintomas da doença. O paciente deve ficar de olho na urina, pois um dos principais sintomas é através dela, seja na dificuldade de urinar seguida de dor ou ardor, ou gotejamento prolongado antes e no final da urina.

Em fase mais avançada da doença existe presença de sangue no sêmen, impotência sexual, além de sintomas decorrentes da disseminação do câncer para outros órgãos. 

Publicidade
Publicidade