in

Ex- global revela aborto e dispara: ‘Nós não fazemos amor para abortar, isso é uma mentira’

Cláudia Alencar costuma ser bastante reservada quanto a sua vida pessoal, mas na última quinta-feira (23) ela relembrou um momento delicado que passou em sua vida. 

Publicidade

Durante a entrevista concedida no programa Sensacional de Daniela Albuquerque na Rede TV, a atriz falou sobre o aborto que fez aos 17 anos. A atriz relatou o momento exato em que teve sua genitália introduzida por um ferro, no qual se lembra até hoje como doía o aparato usado pelo rapaz para tirar o feto. 

Na ocasião, a atriz estava com muita vergonha e não comentou nada com ninguém, dizendo apenas que tinha feito uma viagem com seus pais para a praia. O assunto foi tema da opinião da atriz que se mostrou a favor da descriminalização do aborto no Brasil. Cláudia conta que na época em que tinha realizado o aborto, a família não tinha dinheiro. 

Publicidade

Seu pai era filósofo e sua mãe professora, a renda mal dava para as despesas, quem dirá para mais um membro na família. A atriz ainda falou que sabe da dor de perder e um filho e afirmou que nenhuma mulher quer se desfazer de um filho, mas na época não poderia escolher. 

Publicidade

Para concluir, a atriz ainda falou que se as mulheres puderem escolher, que o aborto seja legalizado assim como em outros países, citando como exemplo os Estados Unidos. Hoje, a atriz tem dois filhos, Yann de 30 e Crystal de 26. Ela disse que nunca se arrependeu do que fez. 

Publicidade

Recentemente, Cláudia veio à público falar sobre um abuso que sofreu aos 20 anos de idade quando era integrante do grupo guerrilheiro Aliança Libertadora Nacional – ALN, e estudava na Escola de Comunicação e Artes da USP. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade