in

Aposentada gasta R$ 15 mil com tratamento de câncer após demora no atendimento no SUS

Maria das Graças é aposentada e mora em Araguaína, a idosa gastou um total de 15 mil reais com uma cirurgia para a retirada de um câncer na mama e uma série de exames que foram necessários para o tratamento.

Publicidade

Maria buscou em primeira instância atendimento pelo SUS (Sistema único de saúde), porém se assustou com a demora que observou nas marcações de consultas, com medo da doença piorar e acabar matando-a pela demora, decidiu tirar do próprio bolso o valor para iniciar o tratamento.

Os filhos da idosa apoiaram-na, pois ficaram assustados então decidiram leva-la para  Goiânia. A idosa gastou suas reservas para o tratamento com a ajuda dos filhos.

Publicidade

Outros pacientes com câncer no Hospital Regional da cidade também reclamam da demora no atendimento e diagnóstico da doença. Devido a tamanha espera, os pacientes se veem obrigados a buscar pelo tratamento em outros estados. O hospital atende 540 pacientes com essa doença todos os meses.

Publicidade

A quimioterapia na cidade de Araguaína é feita por uma empresa contratada desde 2015. Outros pacientes reclamaram da demora para a entrega dos exames, segundo eles o resultado demora de três a quatro meses para ficar pronto.

Publicidade

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva prevê um aumento significativo no número de pacientes com câncer de mama e próstata no país, os médicos afirmam que a demora no diagnóstico e tratamento prejudica as chances de cura da pessoa enferma. A Secretaria Estadual de Saúde do Estado não se posicionou sobre a demora no atendimento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade