in

Loss fica ou sai? Após derrota, Andrés dá decisão final

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, é muito criticado pela torcida corintiana, por conta de diversas atitudes que tem tomado na gestão do Alvinegro de Itaquera, por exemplo a construção da Arena de Itaquera, que deixou o time totalmente endividado, até os dias de hoje tem uma dívida de R$ 2 bilhões.

Publicidade

Agora Andrés voltou ao Corinthians prometendo fazer o time retomar a boa fase financeira e também tornar um time vencedor, entretanto a aposta do Timão, até o momento, era no técnico Fábio Carille, porém este deixou a equipe para defender uma equipe egípcia.

Após a saída de Carille, a diretoria do Corinthians resolveu fazer uma aposta semelhante, colocando o auxiliar-técnico Osmar Loss para comandar a equipe do Corinthians, já logo efetivando o mesmo, sem deixar ele como interino durante algum tempo e somente depois efetivando o mesmo.

Publicidade

Mas o esperado não aconteceu, Loss tem um péssimo repertório no comando do Corinthians e sua saída é frequentemente pedida pelos torcedores. Agora após a derrota para o Fluminense, o presidente Andrés foi altamente questionado sobre a permanência do treinador.

Publicidade

Contudo, mesmo com a derrota que poderia ter sido uma goleada, se não fosse pelo goleiro Cássio, o presidente resolveu bancar Osmar Loss no comando do Timão, e mais ainda, foi cobrar os jogadores após a derrota, colocando a culpa nos atletas e não no comandante.

Publicidade

Na visão de Andrés, faltou mais vontade dos atletas dentro de campo, fora uma expulsão desnecessária do atacante paraguaio Ángel Romero, que era a principal esperança do Corinthians para este jogo, tanto que começou a partida como centroavante, posição em que tinha salvado o Corinthians com gols em algumas rodadas anteriores do Campeonato Brasileiro.

No entanto, a diretoria corintiana ainda acredita em uma alta da equipe.

Publicidade
Publicidade
Publicidade