in

Jonathan aciona Letícia Almeida na justiça e decisão é surpreendente

Desde que revelou a verdadeira paternidade de sua filha, Maria Madalena, de apenas 5 meses, a ex-atriz global Letícia Almeida se viu no meio de uma grande polêmica. 

Publicidade

Todos pensavam que a pequena seria filha do cantor Saulo, da dupla UM44K, com quem a atriz tinha um relacionamento, mas ao contrário do que todos achavam, Madalena na verdade era filha do cunhado do cantor que forma dupla com ele, o cantor Jonathan Couto, casado com a irmã do ex de Letícia. 

A situação que já estava tensa acaba de ganhar mais um novo capítulo. O jornal Extra revelou que uma sentença que foi promulgada por Jonathan Couto na 6ª Vara Cível, do Rio de Janeiro, proíbe Letícia de falar sobre o assunto citando o nome do pai de sua filha. O cantor entrou com um processo de danos morais contra a atriz. 

Publicidade

A primeira audiência entre as partes envolvidas no processo deverá ocorrer em novembro, mas até lá, Letícia está proibida de fazer qualquer citação sobre o nome de Jonathan sob pena de pagar R$ 1 mil por dia. No entanto, no início da semana, quem resolveu quebrar o silêncio e falar sobre o assunto foi a mulher do próprio cantor, irmã de Saulo, Sarah. 

Publicidade

Em entrevista concedida à atriz e youtuber Antônia Fontenelle, a mulher do cantor falou sobre a traição e o motivo que levou a perdoá-lo. Sarah ainda afirmou que mesmo sabendo que é culpado, o cantor tem lhe dado forças para continuar. 

Publicidade

Na entrevista, Sarah conta que soube da traição do marido pelos pais, relatando que simplesmente deitou no colo de sua mãe e foi aos prantos com a traição. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade