in

Mãe de 27 anos com câncer terminal escreve cartas para filha de 1 ano ler no futuro

Não é fácil para alguém descobrir que tem uma doença grave. Principalmente, se essa pessoa tem uma família. Imaginar que no futuro não poderá compartilhar os momentos simples como aniversários, casamento, formatura, coisas comuns da rotina de uma criança realmente não dever ser algo fácil.

Publicidade

No entanto, essa é a realidade de uma mãe no Reino Unido. A mulher fez uma terrível descoberta sobre sua saúde. Ela está com um tumor maligno e não há nada que a medicina possa fazer para ajudá-la. Para tentar fazer parte da vida de sua filha, ela decidiu tomar uma atitude um tanto inusitada.

Sophie George, de 27 anos, é moradora de Clacton-on-Sea, Essex, no Reino Unido. Ela recebeu o triste diagnóstico e junto com ele, a sentença de sua morte. A mulher foi informada que tem apenas 18 meses de vida. Após sofrer com graves dores de cabeça, Sophie descobriu que tem um câncer no cérebro em estágio avançado. A doença já está no estágio quatro e é considerada em fase terminal.

Publicidade

A mãe ficou com o coração apertado por não poder fazer parte do futuro de sua filha de um ano. Sophie vem escrevendo cartas para que sua filha possa ler no futuro, quando não estiver mais presente.

Publicidade

De acordo com a mãe, o mais difícil disso tudo é ter consciência de que não vai estar perto da sua pequena. A menina de um ano se chama Marcie Godfrey e é fruto do seu relacionamento com Jay, de 28 anos. Um dia após receber o lamentável diagnostico dos médicos, Sophie decidiu junto com Jay planejar o casamento.

Publicidade

Isso seria uma forma de criar uma memória duradoura para a filha do casal. Além disso, ela tomou a atitude de escrever cartas que possam ajudar a menina em momentos importantes no futuro. Ela acredita que as cartas vão ajudar a trazer conforto e acalentar o coração em momentos considerados de grande importância.

Publicidade