in

Pais de menina gastam em 30% mais dinheiro do que as que tiveram menino

A maioria das mulheres que ficam grávidas tem uma preocupação em comum. Todas desejam que os bebês venham a nascer com saúde. Afinal de contas, essa é uma grande preocupação. No entanto, muitas têm suas preferências sobre o sexo do bebê. Algumas mamães preferem menino outras, menina.

Publicidade

Na verdade, a maior parte dos homens tem uma tendência a desejar um menininho. Isso porque eles podem ser o grande companheiro. Antigamente, era muito comum que os homens desejassem ter o tão sonhado filho varão. O motivo era que daria continuidade no nome da família.

No final mesmo, o que os pais mais querem é que eles venham saudáveis. O que talvez muitos não tenham se dado conta é de que as meninas envolvem um gasto maior. Isso mesmo, de acordo com uma pesquisa realizada pela Abefin (Associação de Educadores Financeiro).

Publicidade

A pesquisa revelou que as meninas representam um gasto em torno de 30% a mais do que com os garotos. Essa diferença se deve a um fenômeno chamado de ‘efeito cinderela’. Existe um gasto maior com as meninas por causa de acessórios, cabelos, unhas, roupinhas e até mesmo itens de beleza.

Publicidade

A pesquisa foi feita nos últimos anos com aproximadamente 15 mil pais de crianças entre as idades de 7 e 12 anos. O levantamento mostrou que existe um número muito maior de itens no mercado para as meninas do que para os meninos.

Publicidade

Ainda conforme a pesquisa, as meninas começam a gastar mais entre os 9 e 12 anos. O motivo é que nessa faixa de idade, as garotas começam a ter mais vaidade e querer estar sempre produzidas. Elas acabam tendo interesse em produtos para beleza e maquiagens. Alguns especialistas ressaltam que vários produtos destinados a esse público são bem mais caros.

Publicidade
Publicidade
Publicidade