in

Mãe emociona internautas ao continuar gravidez de bebê sem cérebro para doar órgãos e salvar outras vidas

A maior parte das mulheres fica feliz ao descobrir uma gravidez. Ser mãe para muitas é a realização de um grande sonho. Mas, quando alguma coisa não sai como esperado, aquilo que deveria ser o melhor momento da vida acaba se tornando um grande pesadelo.

Publicidade

Uma grávida descobriu que o bebê que estava esperando tinha um sério problema. A futura mamãe tinha consciência de que a criança que tinha no ventre não viveria após o seu nascimento.

A americana Keri Young descobriu que carregava em sua barriga uma menina que não tinha cérebro, mas mesmo sabendo disso tudo, ela tomou uma séria decisão. Em um gesto extremamente nobre, Keri decidiu levar a gestação até o fim para doar os órgãos da filha. O caso aconteceu no ano de 2017 e a atitude altruísta da mulher comoveu muitos internautas.

Publicidade

A mãe fez uma publicação em sua rede social no mês dezembro de 2016. Na postagem, Keri mostrou uma imagem do ultrassom de 19 semanas da sua pequena. Ela aproveitou e dividiu com os internautas a situação que estava vivendo. A americana ressaltou que a filha tinha tudo em perfeitas condições, mas não tinha um cérebro, ou seja, a bebê apresentava anencefalia.

Publicidade

Na ocasião, a futura mãe revelou que não foi uma decisão fácil optar por não interromper a gestação. No entanto, Keri preferiu continuar com a gravidez para doar os órgãos da filha para outras famílias. Inclusive, a menininha chegou a ter o nome escolhido pelos pais. O casal decidiu colocar o nome de Eva na filha.

Publicidade

O nome escolhido pela família não foi à toa e tinha um belo significado. Eva quer dizer ‘vida’. A americana disse que a garotinha se desenvolveria normalmente e poderia mudar a vida de outras crianças que precisavam de uma doação de órgãos.

O caso ganhou notoriedade na mídia mundial e causou grande comoção nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade