in

Acidente bizarro: paraquedista morre atropelado após saltar do avião

Um homem, de 37anos, morreu atropelado depois de saltar de paraquedas. De acordo com o portal de notícias online, G1, o acidente aconteceu na manhã deste domingo (19), na cidade de Boituva, localizado no interior de São Paulo, a aproximadamente 121 km da capital paulista.

Publicidade

O paraquedista foi identificado como Diego Camargo Martins, era morador de São Paulo, contador e praticante de esportes radicais. Segundo a polícia, ele era experiente e já tinha praticado mais de 130 saltos.

Próximo ao local do atropelamento, encontra-se o Centro de Paraquedismo de Boituva, conhecido e procurado por praticantes deste esporte em todo o Brasil. Confira o perfil de Diego:

Publicidade

Acidente bizarro

Infelizmente, depois de saltar, ainda não se sabe por qual motivo Diego tentou fazer o pouso no quilômetro 115 da Rodovia Castello Branco. No local, ele foi atropelado por uma carreta. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o paraquedista teve morte instantânea. 

Publicidade

O motorista da carreta revelou que partiu do Paraná e seguia para a cidade de Bragança Paulista, interior de São Paulo, ainda de acordo com o condutor do veículo, a princípio, ele não viu no que tinha batido, e conseguiu parar o caminhão cerca de 200 metros à frente. Foi então que ele notou que se tratava de um homem. O corpo de Diego ficou preso a parte frontal da carreta.

Publicidade

A Polícia Rodoviária afirmou que outros paraquedistas pousaram próximo ao local, o que fez Martins descer em meio a rodovia ainda é uma incógnita, acredita-se que ele foi atropelado no momento que iria tocar no solo. O motorista não teve como desviar do paraquedista.

O paraquedas

O paraquedas moderno foi inventado pelo francês Louis-Sébastien Lenormand, que fez um salto pela primeira vez em público em 1783. Lenormand também esboçou o seu dispositivo de antemão. Porém, segundo a literatura, o paraquedismo começou na China, há aproximadamente 2000 anos.

Publicidade