in

Estátua de Satanás é erguida ao lado do monumento dos Dez Mandamentos

Verdadeiros adoradores de Satanás iniciaram uma briga na justiça americana para terem o reconhecimento de suas adorações como uma prática religiosa igual e com os mesmos direitos que o cristianismo. E, nesta última quinta-feira, dia 16 de agosto, eles foram capazes de conseguir uma permissão judicial que os davam o direito de colocar uma estátua totalmente feita de bronze para todas as pessoas que passassem conseguissem visualizar.

Publicidade

Trata-se da estátua de Baphomet, um dos maiores e mais famosos símbolos do satanismo na humanidade. A escultura vai ficar de frente para a sede do governo do Estado de Arkansas, localizada na capital Little Rock. Tudo foi financiado por uma organização rica chamada Templo Satânico e o que se sabe até o momento é que a estátua serviria como um protesto direto ao famosíssimo monumento dos Dez Mandamentos que já estava na região.

Baphomet ganhará uma representação fiel, medindo cerca de 2,5 metros, a criatura assustadora com o rosto de bode, sentada ao lado de um trono com duas crianças ao lado deve ficar em frente ao capitólio por um tempo, porém, as mentes pensantes por trás do projeto agiram muito rápido e entraram na justiça com processos para que a exibição seja eterna.

Publicidade

Os idealizadores alegaram na justiça americana que deveriam poder aproveitar os mesmos direitos de liberdade religiosa que os demais cultos existentes no mundo possuem. Ivy Forrester é a co-fundadora do Templo Satânico em Arkansas e falou ao Independent sobre o caso.

Publicidade

Ela declarou que se eles concordam com monumentos religiosos em locais públicos, deveriam permitir outros, mas caso não concordassem com seu pensamento, então nenhum monumento deveria existir. Não era nenhuma dúvida que a comunidade cristã iria se pronunciar a respeito da estátua.

Publicidade

A escultura que representa Satanás fez muitos cristãos protestarem e, até mesmo, Jason Rapert, um político de extremo peso no país afirmou que as coisas não iriam ficar como estão. Considerou o pedido e a imagem como ofensas e prometeu lutar até o fim para que  a representação de Baphomet seja retirada do capitólio. Jason foi o homem responsável por permitir a colocação do monumento dos Dez Mandamentos no local.

Publicidade
Publicidade