in

Venzezuelanos e brasileiros entram em guerra no estado de Roraima

Neste sábado (18), a cidade de Paracalma, em Roraima, viveu uma de suas piores tardes de todos os tempos. A população se revoltou com os venezuelanos e acabaram provocando um verdadeiro tumulto na cidade.

Publicidade

A cidade fica na divisa entre Roraima e a Venezuela. Bombas caseiras teriam sido atiradas contra os venezuelanos na praça e nos abrigos improvisados. Alguns venezuelanos acabaram sendo expulsos e obrigados a atravessar a fronteira. 

Como não estavam dispostos a se retirar, retribuíram os ataques. A revolta da população começou depois que um morador da cidade foi espancado e assaltado. Informações dão contas de que o ato teria sido praticado por quatro venezuelanos. O homem foi atingindo na cabeça e precisou ser levado para o hospital às pressas.

Publicidade

Almir Bueno afirmou que a criminalidade na região cresceu com a chegada do venezuelanos. A violência praticada contra o comerciante acabou revoltando toda a cidade, que decidiu reagir. O governo, preocupado com as manifestações, enviou tropas ao estado para combater o confronto entre os venezuelanos e os brasileiros. 

Publicidade

Segundo declarações do ministro Jungmann, o Exército Brasileiro foi convocado para combater a violência e já está conseguindo cuidar do caso. Ao mesmo tempo, todos os venezuelanos que estavam em situação irregular no país foram deportados. A intenção é evitar novos confrontos entre estrangeiros e brasileiros.

Publicidade

Em nota, a Força-Tarefa Logística Humanitária, composta pelas Forças Armadas e integrada por organismos internacionais, organizações não-governamentais e entidades civis, disse que repudia qualquer ato de violência.

Publicidade
Publicidade