in

Com apoio de Lula, candidato sobe nas pesquisas, porém, Bolsonaro continua liderando

O ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, pode não conseguir se candidatar para o cargo em 2018, pois há a grande possibilidade de que o mesmo tenha sua candidatura impugnada por conta dos pedidos dos outros candidatos. Porém, mesmo assim, esta foi registrada pelo PT (Partido dos Trabalhadores).

Publicidade

No entanto, o PT deve escolher outro candidato para disputar as eleições presidenciais de 2018, pois o partido está muito forte com a presença de Lula e não deve dispersar esta força por conta de sua não candidatura.

Com certeza, o maior opositor de Lula nestas eleições, é o ex-deputado federal Jair Messias Bolsonaro, que vinha aparecendo em segundo nas pesquisas presidenciais. Porém, sem o petista, o militar da reserva fica em primeiro – mas quem fica em segundo surpreende.

Publicidade

Lula escolheu um 'Plano B', para apoiar caso não consiga se candidatar. Este é o ex-prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, que deve ser o candidato do PT, colocado em uma nova pesquisa, o mesmo ocupa a segunda posição e fica com 15% das intenções de votos, já Bolsonaro continua liderando com 20%.

Publicidade

Contudo, isso mostra a força que o candidato apoiado por Lula terá nestas eleições. Com isso, a oposição deve se cuidar e tentar buscar os votos dos indecisos, pois o que ainda lidera as pesquisas são os indecisos, que não sabem em quem vão votar ou preferem votar em ninguém dentre as opções colocadas nas pesquisas de intenções de votos.

Publicidade

Agora, o PT deve tentar correr atrás para buscar brechas na Lei da Ficha Limpa e tentar oficializar esta candidatura, no entanto, é colocado como muito difícil por diversos juristas brasileiros.

Bolsonaro entrou com pedido de impugnação da candidatura do ex-presidente, agora este deve ser julgado pelo ministro Fachin, que está no comando do TSE.

Publicidade
Publicidade
Publicidade