in

Antes de fechar com Inter, Guerrero se ofereceu ao Corinthians e tomou invertida de Andrés

O centroavante Paolo Guerrero é um dos ídolos da história do Corinthians, inclusive, foi um dos protagonistas de um dos principais títulos da história do Timão, a Copa Mundial de Clubes, quando o peruano marcou um gol contra o Chelsea e garantiu a vitória do Alvinegro na final da competição contra o atual campeão da Champions League.

Publicidade

Entretanto, o jogador deixou o Corinthians de forma conturbada e foi reforçar o Flamengo. Há boatos de que o atleta teria feito uma espécie de leilão para ver quem pagaria mais por um fechamento de contrato, já que o rubro-negro carioca vivia uma nova fase, ofereceu luvas impressionantes e atraiu o atleta.

Com isso, o presidente Andrés Sanchez, mesmo tendo revelado em uma entrevista que não tinha nada contra o jogador e que entende o profissionalismo do mesmo, pois qualquer um aceitaria uma proposta maior, há afirmações de que o mesmo não queria Guerrero no Corinthians enquanto ele estivesse gerindo.

Publicidade

Agora saiu a informação de que Guerrero, antes de fechar com o Internacional, o seu novo clube, teria se oferecido ao Corinthians e tentado voltar ao ex-clube com uma pedida salarial de R$ 700 mil, porém, o presidente Andrés Sanchez recusou e continuou com o seu discurso de que não quer o centroavante por perto enquanto estiver gerindo a equipe alvinegra.

Publicidade

Isso faz com que parte da torcida que ficou com raiva do atleta, comemore a decisão de Andrés.

Publicidade

O contrato de Guerrero foi finalizado com o Flamengo e a diretoria rubro-negra não quis mantê-lo no elenco, por conta do pedido de salário e também pelo risco dele ser barrado de atuar pela FIFA, já que foi pego no exame anti-doping e só está podendo jogar por conta de um efeito suspensivo, entretanto, isso ainda pode mudar. O Internacional resolveu correr este risco e contratar o jogador.

Publicidade
Publicidade
Publicidade