in

São Paulo ganhou apenas duas partidas em trinta jogos disputados contra os argentinos fora de casa

O São Paulo entra em campo nesta quinta-feira (16) para decidir qual será seu futuro na Copa Sul-Americana. Depois de perder em casa, o clube precisa vencer para continuar no campeonato A missão no entanto não será fácil, pois mais do ganhar um jogo, o clube paulista terá ainda a dura tarefa de quebrar um jejum que já dura mais de 13 anos.

Publicidade

Antes da derrota para o time do Cólon, em casa, o São Paulo se gabava por nunca ter perdido um jogo contra os argentinos dentro de seu próprio estádio. Se ser superado em sua arena não é uma tarefa fácil, o tricolor enfrenta na Argentina a mesma dificuldade que os rivais têm em solos brasileiros.

Desde 1972, ano em que disputaram sua primeira Libertadores, o clube conquistou apenas dois resultados favoráveis no país vizinho. Para lembrar, a primeira partida que o clube venceu jogando no país vizinho foi no dia 10 de outubro de 1995, quando o time foi à campo contra o Boca Junior e venceu os rivais por 3 a 2. 

Publicidade

Depois disso, o São Paulo só venceu uma partida dez anos depois, em 2005, quando enfrentou o gigante River Plate no jogo de volta da semifinal da Libertadores. Na época, o time conseguiu fazer o mesmo resultado, 3 a 2. Vitória essa que foi decisiva para se consagrar tricampeão ao vencer o Atlético-PR.

Publicidade

Agora, o tricolor tem que fazer sua história no confronto contra o Cólon, assim como os argentinos fizeram aqui. Ao ganhar o jogo, o clube mostrará que não está vivendo um bom momento somente no Campeonato Brasileiro, mas sim, em todos os outros campeonatos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade