in

Por que não dar mel para crianças com menos de 1 ano? Veja os riscos graves

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se baseou em pesquisas para levantar um alerta de que crianças não devem comer mel antes de completarem o primeiro ano de vida, pois de acordo com o material estudado, há bactérias que podem causar botulismo intestinal, que nada mais é do que uma intoxicação alimentar que pode atingir o sistema nervoso, causando tremor, dificuldade ao engolir, moleza e perda de apetite.

Publicidade

Porém, podem ser agravados os casos de mal na respiração e complicações de cabeça. Segundo o Guia Brasileiro de Vigilância Epidemiológica, o botulismo causa cerca de 5% de mortes de bebês menores de 1 ano de idade.

Moisés Checinski, que é médico pediatra na capital paulista, diz que isso se dá pelo motivo de que o sistema gastrointestinal dos pequenos não se desenvolveram completamente ainda.

Publicidade

Já os que estão com um pouco mais de idade e já estão na fase adulta eliminam o Clostridium botulinium de maneira completa, eliminando assim o risco de qualquer intoxicação.

Publicidade

Para aqueles que já deram mel para seu filho ou filha com menos de um ano, não precisam ficar desesperados com medo de que seu filho possa passar mal a qualquer momento. “O período de incubação da bactéria varia entre 12 e 36 horas, podendo ser no máximo alguns dias”, diz Checinski.

Publicidade

O pediatra finalizou dizendo que depois desse prazo, a criança está fora de perigo de desenolver esse mal e, caso a ingestão seja feita sem querer, os pais devem ficar atentos a qualquer mudança na criança e aos sintomas descritos no início do texto. Mesmo assim, caso ainda tenha qualquer dúvida, leve seu filho ao médico.

Publicidade
Publicidade
Publicidade