in

Crianças podem ingerir comida japonesa? Veja o que dizem os especialistas sobre os riscos

Os papais e mamães sempre têm dúvidas sobre os riscos que uma criança tem ao consumir comida japonesa e se ela apresenta algum risco para os pequenos, seja de digestão ou probabilidade de contrair alguma infecção. Confira abaixo o que diz Luciana da Costa, que é nutricionista da Maternidade Pro Matre Paulista, de São Paulo.

Publicidade

A culinária japonesa tem diversos tipos de preparo, entre eles peixes e frutos do mar crus, e o consumo desse tipo de alimento deve ter atenção redobrada para que sejam evitadas contaminações e também a diminuição da proliferação de micro-organismos que são causadores de intoxicação alimentar.

Sendo assim, o local onde são preparados estes tipos de alimentos devem ter um controle higiênico severo para reduzir prováveis riscos. Neste aspecto, o primeiro passo é escolher cuidadosamente o lugar onde irá comer. Não há um consenso médico que estipula qual a idade mínima ideal para consumir alimentos crus, mas a maioria recomenda que seja após os 3 anos de idade, pois com essa idade, a criança já está com melhor formação, reagindo melhor a possíveis contaminações.

Publicidade

Os frutos do mar ainda necessitam ter uma atenção maior, uma vez que eles são potencialmente alérgicos e a indicação melhor é a partir dos 3 anos de idade também.

Publicidade

A especialista diz ainda que, pessoalmente, ela é um pouco mais conservadora quanto a ingestão de alimentos crus por crianças e que isso deve ser feito o mais tarde possível.

Publicidade

Luciana da Costa finaliza o seu relato dizendo que a culinária japonesa possui muitos pratos que são cozidos e que podem ser dados preferencialmente à elas, oferecendo um menor risco de prejuízo a saúde das mesmas.

Publicidade
Publicidade